quarta-feira, 30 de abril de 2008

EM MEMORIA DO PIONEIRO DA AVIAÇÃO HERBERTS CUKURS.


Herberts Cukurs em uniforme de oficial aviador da Força Aerea Letoniana.

http://aigarsprusis.blogspot.com/2008/02/latvieu-avicijas-pioniera-herberta.html

EM MEMORIA DO PIONEIRO DA AVIAÇÃO LETONIANA HERBERTS CUKURS.
Por Aigars Prussis.
Herberts Cukurs e´o mais venerado herói nacional,que com seus vôos,escreveu pagina inapagavel,na historia da aviação letoniana e do mundo todo.Ate a ocupação soviética,em quase todas as residências do povo leto se encontrava uma fotografia sua.

Alvo da paixão de jovens letonianas,exemplo para jovens letos,que sonhavam igualar-se a ele.Esse cidadão de Liepaja,com seus cabelos escuros,digno representante de Kurzemes,com sua coragem e determinação se tornou uma lenda,que pessoas de ma fé,sem escrúpulos procuraram difamar.Apos a segunda guerra mundial,foram criadas acusações de sua participação nos crimes contra judeus,nunca comprovadas.Não observando isso,os terroristas judeus,que gozavam da proteção de Israel,em 24 de fevereiro de 1965,assassinaram de forma selvagem,o mais ilustre aviador da Letônia,e construtor de aviões,Herberts Cukurs,em Montevideo,capital do Uruguai.Os assassinos nunca foram condenados,apesar de todos saberem quem eram...
O corajoso cidadão de Liepaja.
Idosos de Liepaja.,em suas memórias sobre Herberts Cukurs,relembram dos distantes anos vinte,das proezas,coragem,que esse mestre dos céus,realizava, nos céus de Liepaja,com seu avião,realizando manobras inacreditáveis ,tirando o fôlego de que assistia.

Aqueles que alguma vez tiveram oportunidade de voar com ele,com certeza não arriscavam uma segunda vez.Um dos dizeres prediletos de Cukurs era:”Nos céus ate hoje ninguém nunca se acidentou..Acidentes só ocorrem contra a terra.”.Muitos também relembram sobre conversas ocorridas em Liepaja,quando Cukurs,tirando as asas de seu avião,o dirigiu pelas ruas de Karosta ate o centro de Liepaja.Seu passeio pelas ruas de Kalpaka e Raina,só foi interrompido com a chegada das autoridades municipais.

Quem nunca ouviu falar ,do vôo de Cukurs por de baixo da ponte de Karosta,hoje Kalpaka,onde seu avião passou a apenas um metro da superfície da água?

Devido a essas proezas,Cukurs chegou a ser desligado das Forças armadas,mas não por muito tempo.Sem olhar apenas para as proezas realizadas por Cukurs,em sua juventude,ele era uma pessoa erudita e muito inteligente.Construir aviões poderia ser dificultoso para muitos,mas não para Herberts Cukurs.Muito pelo contrario,seus aviões eram tão bons,que o governo da republica letoniana na época,queria encomendar a ele,a fabricação do Bombardeiro de mergulho C-6 Bis,para equipar a Força Aérea Letoniana,inclusive ate exportar esse avião para outros paises.

Biografia do aviador.
O destacado pioneiro da aviação letoniana Herberts Cukurs,nasceu no dia 17 de maio de 1900,na cidade de Liepaja.Filho da família de Janis Cukurs,proprietário de oficina de implementos mecânicos.

Janis Cukurs

Fotos da adolecencia de Cukurs,e ao centro sua mãe Ana Cukurs,cujo sobrenome de solteira era Scudra.O pequeno Cukurs,passou a sua infância em Liepaja,que na época era a principal cidade do lado europeu,cujos portos pertenciam ao império russo.Herberts junto com seu irmão passava longos períodos dentro das instalações da oficina do pai,na rua da Liberdade.

A impressão que dava a todos,é que essa permanência na oficina,despertou-lhe o talento dentro das técnicas mecânicas.Os mais velhos logo notaram seu desenvolvimento e habilidades precoces,desde a infância ate a juventude,tornando-se um mestre na arte da mecânica.Foram feitas,não uma,mas varias tentativas,ao decorrer do tempo em sujar com lama o nome de Herberts Cukurs.Ate o líder social democrata leto,colaborador dos russos e traidor da pátria,Bruno Kalnins,em seu livro de memórias,”A luta ainda não acabou”,editado pela Memento em 1983,cita um jovem leto,Herberts Cukurs,quem em fevereiro de 1919,em Liepaja,teria sido desligado da juventude socialdemocrata leta,pois era responsável pela propaganda em favor dos bolcheviques.Ele teria mantido contato com o comissário de gurra bolchevique na Letônia,K.Petersonu.Nos hoje sabemos que os sociais democrátas,na época tinham verdadeiro ódio contra o recente governo instalado na Letônia independente,principalmente em 1919,nos meses mais difíceis,quando o novo governo provisório lutava pelo seu povo,e pela salvação do governo contra dois terríveis inimigos,e onde os sociaisdemocratas,utilizando a bandeira vermelha,inimiga da bandeira vermelho e branca letoniana se opunham.Isso ficou bem comprovado,quando em 1940,B.Kalnis era grande colaborador das Forças invasoras da URSS.(Para quem não sabe,nesse período,com 18 anos de idade,Cukurs lutava em campos de batalha,como voluntário,justamente contra os mesmos bolcheviques os quais Kalnins dizia ele ter simpatia.,portanto no mínimo uma citação controversa.)Em 1919,Herberts Cukurs terminou seus estudos de ensino médio,e em 22 de março de 1919,alistou-se como voluntário no recém formado exercito letoniano.Nessa época Cukurs tinha apenas 18 anos de idade.Foi designado para o batalhão 2 de Venstspils,o legendário 7.Rota,conhecido como o batalhão ‘URRA’.Cukurs lutou contra o exercito de ocupação bolchevique na frente de Latgales,no grupo da infantaria.
Por sua reconhecida coragem e heroísmo em campos de batalha,Herberts Cukurs foi condecorado diversas vezes,



e promovido então ao posto de sargento.Apos a guerra da independência,ou da libertação,Cukurs entrou para escola de oficiais militares de guerra,onde foi promovido a Tenente.E,em 7 de setembro de 1921,Cukurs foi incorporado a recém formada divisão da aeronáutica,onde iniciou seus cursos de aviador militar.Em setembro de 1922,Cukurs já havia somado varias horas de vôo,com instrutor,mas em novembro de 1922,finalmente passou nos exames e passou a ter o status de aviador militar formado,com louvores.O seu nome nunca poderá ser apagado da historia,não apenas pelo seu heroísmo durante a guerra da independência,seu período na força aérea leta,mas também pelos seus vôos intercontinentais,e pela sua capacidade de projetista e construtor de aviões.Exatamente por essas habilidades,pouco conhecidas pelos outros,é que Cukurs iniciou seus primeiros passos.Com 23 anos de idade construiu o seu primeiro avião,o C-1,nas oficinas da divisão aérea ,enquanto servia como militar .




Em 1923,foi promovido a primeiro tenente,e entrando para o grupo de aviadores de caça.Cukurs passou a pilotar aviões de caça,os Focker DVII,de fabricação alemã,e os Balila,de fabricação italiana.Nesse período passou a residir em Riga,na rua Baltas Muiza,182.


Durante a tradicional feira de aviação,que ocorreu em 15 de junho de 1924,Cukurs apresentou seu avião recém construído,que foi batizado com o nome de “Auseklits”.

Esse foi o primeiro avião monoplano de asa baixa fabricado na Letônia livre.(Era conceito geral,de que todos os aviões deveriam ser bi-planos,e esse avião trazia um conceito novo na época,fazendo que muitos dos experts em aviação torcessem seus narizes,duvidando daq eficiência e segurança desse tipo de aeronave)Essa aeronave ficou totalmente concluída,quando em 15 de março de 1924,Cukurs alçou aos céus pilotando-o pela primeira vez.Era equipado com um motor de 12 HP,retirado de uma velha motocicleta Harley Davidson.

Sobre a construção desse avião,houve grandes elogios do celebre construtor de aviões alemães,Dr Engenheiro Verner von Langsdorf,que teceu elogios a construção desse pequeno avião,na revista especializada”Flugoche”,publicada na edição de março de 1925.Lagsdorf,descreveu o avião construído em madeira e compensados produzidos e exportados na Letônia,(o famoso pinho de Riga)

.O avião se destacava pelo seu excelente planeio,decolagens e pousos fáceis,e a utilização do motor americano Harley Davidson,também utilizado na América para esse fim.Apesar dos aviadores e construtores letos,se manterem de forma neutra,ou ate duvidarem do projeto,o tempo e a industria aeronáutica se encarregaram de demonstrar a eficiência desse tipo de aeronave de uma asa só .

Exatamente pela mentalidade estagnada dos aviadores,construtores,e dirigentes aeronauticos letos,em dar prioridade aos bi-planos,.achando mais segura a versão bi-plano,e que todos os aviões civis e militares eram equipados com bi-planos,inclusive os “modernos” caças ingleses adotados pela Força aérea,os Gloster Gladiators.,totalmente arcaicos e obsoletos,quando do inicio da 2ª guerra mundial.O seu C-1,pouco tempo depois Cukurs vendeu ao seu amigo,Karlis Konstants,que mais tarde equipou o avião com um motor italiano de 25 HP,chamado Anzani.Em 15 de abril de 1932,esse avião sofreu um acidente com um aluno de voo,que veio a falecer.Seu nome Janis Feisaks,que anteriormente tinha sido aluno de Cukurs,fazendo inclusive comando duplo no C-3.Por conta própria e sem a experiência devida,Feisaks,resolveu fazer um vôo solo no C-1,quando se acidentou fatalmente.Apos o acidente,Konstants recuperou o avião,apelidando-o de “Peka-Peka”,que continuou voando ate 1937.Em novembro de 1924,Cukurs se licencia por um periodo do regimento de aviação,segundo alguns por conta própria,segundo outros devidos,as suas peripécias em ter passado debaixo da ponte de Kalpaka,ou de ter andado com o avião,sem asas pelas ruas da cidade,e ainda existe outra versão de que o fato se devia,a problemas de vista,que o tornariam inapto para pilotar aviões.Seja la qual for a versão correta,Cukurs continuou a voar com seu C-1,sobre as praia de Liepaja.Ate 1926,havia feito mais de cem vôos nessa aeronave.

Com seu entusiasmos e atividades, dentro da aviação,Cukurs despertou enorme interesse pela aviação aos jovens letonianos.Esses jovens compareciam cada dia mais ao recém inaugurado aero clube,de Liepaja sob o comando de Freimanis,um militar do exercito leto.Nessa época,Cukurs já havia retornado ao seu posto de aviador militar,após a tal “licença”.Em 12 de Janeiro de 1925,Cukurs foi destacado a servir em Liepaja,onde estava baseada a aviação naval letoniana.

Cukurs serviu nessa base,

e logo começou a projetar outro monoplano,o C-3,que viria a se tornar o legendário,”Kurzemes Hercogiene”,ou A Duqueza de Kurzeme,com o qual realizou o vvo lendário para Kurzeme,antiga colônia leta em Gâmbia,na África.Para construir esse avião Cukurs necessitaria de grande soma de recursos,os quais so com seu salário de militar seria insuficientes.Isso acabou fazendo com que pedisse baixa,da aviação naval,em dezembro de 1925.Todas as suas dificuldades,sua luta em deixar pronto esse avião,Cukurs descreveu bem em seu livro “Mans lidojums uz Gambiju”,

ou em português “Meu vôo para Gâmbia”.Cukurs havia projetado o C-3 ,aeronave monoplana,bi-place,que tinha excelente desempenho,respondendo rapidamente e com segurança a todas manobras que lhe eram impostas,a fim de obter o melhor desempenho em qualquer tipo de vôo.

Nesse projeto,ele tinha a intenção de montar um motor de 35 HP,que pudesse lhe dar uma velocidade media de 125 km por hora.Esse avião foi projetado de forma que se houvesse a necessidade de se colocar um motor bem mais potente,a aeronave permitiria essa adaptação,como de fato foi o que ocorreu mais tarde.A construção efetiva dessa aeronave so teve inicio um ano depois,em dezembro de 1926,quando o presidente do aero clube,o enérgico capitão Freimanes,conseguiu angariar 800 latus(moeda corrente na Letônia),como primeiro capital,para realizar o projeto.Foi localizado,uma área em Liepaja,um galpão onde se iniciaram os trabalhos.
Como ajudantes participaram Limbahs,ferramenteiro e,Ledins e Spole,carpinteiros.



Nessa época Cukurs ainda servia na Aviação naval,e com o passar do tempo,seu deslocamento de casa para a base naval,de la para a oficina e da oficina para casa,se tornou muito desgastante,o que acabou culminando no fato de Cukurs levar esse avião para sua residência em Karosta,onde a sala de visitas acabou virando uma oficina aeronáutica “improvisada”.Quando a fuselagem do avião estava concluída,os lemes de cauda instalados,novo ajudante se incorporou a equipe,Plesums.Mas agora,a sala se tornou pequena,o que obrigou a levarem o avião de volta a oficina inicial.Quando a construção estava em vento e popa,começaram a faltar recursos financeiros.pois todo o material era adquirido através do salário de aviador e de alguns poucos donativos.Devido ao salário que lhe era insuficiente,Cukurs começou a trabalhar nas horas que lhe sobravam,como motorista de caminhão ,transportando matéria prima para a estrada férrea que estava sendo construída.Perdendo o prestigio que a aviação lhe dava,porem rendimentos com a nova tarefa,superavam em muito ao seu salário de aviador.La transportava pedras,granito,aço,e sua dedicação permitiu que em pouco tempo conseguisse um caminhão para si prorio e montou uma prospera transportadora.,isso tudo para poder dar continuidade ao seu sonho de construir esse avião.Porem apesar da dedicação pouco tempo depois a ferrovia estava concluída,e Cukurs tinha que achar outro meio de conseguir recursos.Resolve então mudar de volta para Riga,próximo ao aeroporto de Spilve,onde em pouco tempo seria o local onde seguiriam os serviços de fabricação do C-3.Passou-se todo o ano de 1929,e em abril de 1930,o avião estava já quase concluído.Nessa época também havia acabado de ser fundada a associação letoniana de aviação,a qual ajudou muito com recursos a conclusão desse projeto.
Para Gâmbia.Herberts Cukurs também foi pessoa de destaque na historia da aviação letoniana,ao dar sua contribuição no desenvolvimento de planadores(aeronaves que voavam sem propulsão mecânica),quando após a construção do C-1 e C-3,construiu o primeiro planador leto,o C-4.


Esse planador foi construído,baseado em planos do construtor alemão Zoglin,onde foram aproveitadas peças de aviões antigos,com excelente desempenho.Esse planador foi exposto na feira aeronáutica em Esplanade,em 1932.Tempos depois Cukurs o vendeu ao Clube de planadores de Jelgava.Quando o conhecido aviador Pulins,fracassou na Alemanha em sua tentativa de ser o primeiro aviador leto a voar para Gâmbia,em maio de 1933,Cukurs no mesmo ano no mês de agosto,chamou para si,a responsabilidade de realizar essa tarefa, tão importante para o desenvolvimento da aviação leta.Sem grandes alardes,apesar da imprensa leta divulgar vários boatos sobre o tema ,Cukurs com seu C-3,que no futuro seria conhecido como Kurzemes Hercogiene,testado incansavelmente desde 1930,finalmente alçou vôo rumo a Gâmbia.

.Seu velho motor Renault,comprado junto com um outro similar,nas sucatas da aeronáutica,onde de dois,Cukurs conseguiu montar um,motor obsoleto utilizado durante a primeira guerra mundial,já mostrava seus ares de cansaço de muitos anos de desgaste,acabou dando muitas dores de cabeça a Cukurs,mas seus dotes mecânicos,faziam o velho motor seguir em frente.(Na França numa de suas escala de vôo para África,em Lê Bourget representantes franceses da Renault se admiraram em ver esse velho motor,que há muitos anos deveria estar repousando em algum museu,funcionando perfeitamente).

Cukurs acreditava que o sucesso de seu vôo,não representava apenas uma aventura,mas representava o orgulho e o prestigio de toda a aviação letoniana,portanto não se podia cogitar em falhar nessa empreitada.

A importância também que esse vôo tinha,era um ato sinbolico de resgatar o orgulho do cidadão de Kurzemes pelo seu Duque Jekabu e sua Duqueza ,que governaram Hercogienes de 1642 ate 1682,antiga colônia leta na África.

Como Cukurs também era de Kurzemes,esse êxito também representava muito a ele.Após 282 anos e catorze dias,desde que a Holanda havia tomado essa colônia dos letos,em 3 de novembro de 1933,finalmente alguém de Kurzemes voltou a por seus pés naquele local,

quando Herberts Cukurs com seu C-3,pousava triunfante,resgatando o orgulho de toda a Letônia.Sobre esse difícil e heróico vôo,pode ser lido no livro publicado em 1934,por Herberts Cukurs,intitulado “Mans lidojums uz Gambiju”.


O retorno para casa também foi duro,com muitos obstáculos que tiveram de ser vencidos,mas finalmente em 17 de maio de 1933,vindo da região da Áustria,finalmente Cukurs se aproximava de Liepaja.Em Liepaja,as noticias rapidamente se espalharam,a cerca da chegada de Cukurs.As 19 horas,na pista do base naval letoniana,já se espremiam mais de 7.000 pessoas que anciosas aguardavam o retorno de seu filho mais ilustre.



Cukurs foi saudado pelos familiares,o pai Janis,a esposa Milda,cujo sobrenome de solteira era Berzupes,seu filhinho Gunars Cukurs,Nicilai Sudmalis,dirigente da Associação leta de aviação,e grande amigo,o diretor do Aero clube de Liepaja,capitão Freimanis,antigos menbros e colegas da divisão de aviação naval letoniana ,e após calorosas homenagens,foi levado nos braços do povo,para o automóvel que o aguardava,para leva-lo a visitar sua mãe Anna,que se encontrava gravemente enferma.,e conhecer a sua recém nascida filha Antinea Dolores Cukurs,a qual ainda não conhecia.e que nos nossos dias atuais reside no tão distante Brasil.e faz questão tanto de lembrar e usar com orgulho o nome de seu pai.(No dia seguinte,Cukurs decolou rumo a Riga,onde Ministros,altas autoridades do governo,embaixadores de diversos paises,e uma multidão de mais de 10.000 pessoas o aguardave para as merecidas homenagens.)

Aigars Prussis.

Fotos historicas sobre esse voo.O avião com o qual foi feito esse reide.http://picasaweb.google.com/cukurs1982/HerbertsCukursAviOC3KurzemesHercogiene A repercurção na imprensa mundial a cerca desse reide de Riga a gambia.http://picasaweb.google.com/cukurs1982/OVooDeGambiaImprensa O retorno triunfante a Riga,onde foi aclamado heroi nacional do povo da Letonia.http://picasaweb.google.com/cukurs1982/AChegadaDoVooDeGambia As condecorações e homenagens.http://picasaweb.google.com/cukurs1982/CondecoraEsEHomenagens

4 comentários:

Anônimo disse...

Cukurs - nazi, killer and punisher...

werena disse...

anonimos são covardes,não mostram a cara!
Cukurs sempre foi uma pessoa publica e nunca se escondeu "anonimo" !!

werena

Walmir Ribeiro disse...

Werena, Estive com minha prima Deise na casa de voces em São Paulo e me recordo do mergulho que dei no lago gelado. Quase morri! Estou no RJ atualmente e fiquei felize me encontrar a história de seu avô na internet.
Um forte abraço,
Walmir Ribeiro Filho

Werena disse...

Walmir, que bom saber noticias suas!!Eu tenhoótimas recordações da visita de vcs!!

Grande abraço